Pneus, conheça a sua história

Imprescindível para o funcionamento dos veículos modernos, o pneu passou por um longo processo de desenvolvimento e estudo, da sua origem no século XIX, até chegar a qualidade que existe hoje. As fabricantes de pneus investem cada dia mais em tecnologia. O objetivo é oferecer produtos de qualidade e que atendam necessidades especificas de cada usuário.
Fábrica de pneus
Produção de pneus em uma fábrica do século XIX
Performance, economia de combustível e durabilidade são algumas das vertentes abordadas pelas fabricantes de pneus. Cada tipo de pneu é desenvolvido para um tipo especifico de veículo. Por exemplo, um pneu de trator não é igual ao pneu de um carro Gol, assim como, o pneu de um carro Gol não é o mesmo utilizado por um carro Mercedes Classe GLA. Para cada um dos veículos citados há tipos específicos de pneus, bem como tecnologias distintas usadas na produção de cada pneu. Para chegar ao que é hoje o pneu passou por vários processos. Com uma história que remonta a mais de um século. Sua criação é rodeada de fatos engraçados, como o fato da borracha se apenas uma goma, que servia apenas para impermeabilizar tecidos ou ainda o risco que a borracha tinha de se dissolver no calor ou mesmo endurecer no frio.  Muitos experimentos foram feitos para que a borracha do pneu fosse melhorada. Uma das primeiras iniciativas foi a do americano Charles Goodyear que, por volta de 1830, acidentalmente descobriu que a borracha cozida a altas temperaturas com enxofre, permitia que a borracha mantivesse as suas condições de elasticidade tanto no frio como no calor. Contudo, Goodyear descobriu a vulcanização da borracha, que além de dar forma ao pneu permite uma maior segurança nas freadas, reduzindo também a trepidação nos carros. Conheça um pouco mais dos pneus Goodyear aqui.
Processo de vulcanização dos pneus pela Goodyear
Apresentação pela Goodyear da vulcanização do pneu
Goodyear descobriu, como já lido, a vulcanização. Mas foi os irmãos Michelin que fizeram a patente do pneu em 1845. Outro que teve participação no desenvolvimento do pneu foi o inglês Robert Thompson Dunlop que, em 1847, colocou uma câmara cheia de ar dentro dos pneus de borracha maciça. Sua ideia em repensar o pneu veio quando ele observava seu filho andar de triciclo. A dificuldade enfrentada pelo menino foi um dos grandes estímulos para Dunlop. Para saber mais sobre os pneus Dunlop clique aqui A partir de 1888, quando os pneus começaram a ser produzidos em larga escala que as fabricas de pneus passaram a investir mais na segurança dos pneus.
Compartilhar Post
Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais.